anvilarrowarrow2arrow3cataloguecheckcheck2google-plusgridhomelinkedinmudoilphotogalleryplaysearch-lensshareslashwoodyoutube

Brik

Graças às elevadas pressões exercidas na câmara de compressão (aproximadamente 2000 kg/cm²), as prensas mecânicas de briquetagem produzem briquetes de elevada qualidade e a sua construção assegura que são fiáveis e de longa duração. Também a proporção de produção horária / kW utilizados e os baixos custos de manutenção das briquetadoras mecânicas são particularmente vantajosas quando comparadas com outras tecnologias disponíveis no mercado. 

As prensas mecânicas de briquetagem da série BRIK da Di Più BRIK se propõem como máquinas apropriadas para satisfazer as exigências dos clientes que necessitam compactar grandes quantidades de descarte e procuram uma máquina robusta, eficiente e de elevado desempenho com uma construção de qualidade, de topo, de longa duração e capaz de trabalhar em regime contínuo. Elas são desenvolvidas graças à experiencia de trinta anos no setor a qual conduziu a Di Più a desenvolver soluções técnicas únicas e absolutamente confiáveis. 

Gama de Briquetadeiras

A briquetadeira mecânica desenvolve uma força de compressão de aproximadamente 2000 kg por cm², para obter um briquete de elevada qualidade tendo um alto peso específico e considerável redução de volume, sem quaisquer aditivos.  O material a ser briquetado deve ser celulósico e estar seco (teor de água entre 8 a 13%).  A produção horária se refere ao material que, em seu estado fundido original, um peso específico de 160 – 200 kg / m³.

A briquetadeira mecânica desenvolve uma força de compressão de aproximadamente 2000 kg por cm², produzindo um briquete de elevada qualidade e com alto peso específico, considerável redução de volume e sem quaisquer aditivos.  A briquetagem mecânica da Série BRIK é projetada para processar resíduos agrícolas de várias origens como, por exemplo, palha, feno, miscanthus, tabaco, pó de algodão, turfa, bagaço, caule de milho, casca de arroz, cascas de amendoim e muitos outros resíduos de processamento. O material a ser briquetado deve ser celulósico e estar seco (teor de água entre 10 a 20%).  A produção horária se refere ao material que, em seu estado fundido original, um peso específico de 80 - 120 kg / m³.

A briquetadeira mecânica desenvolve uma força de compressão de aproximadamente 2000 kg por cm², produzindo um briquete de elevada qualidade e com alto peso específico, considerável redução de volume e sem quaisquer aditivos. A briquetagem mecânica da Série BRIK é projetada para processar resíduos de materiais utilizados para o isolamento térmico tais como poliuretano (PU), poliisocianurato (PIR), resinas fenólicas, fibra de madeira e muitos outros. A produção horária se refere ao material que, em seu estado fundido original, um peso específico de 35 - 50 kg / m³.

A briquetadeira mecânica desenvolve uma força de compressão de aproximadamente 2000 kg por cm², produzindo um briquete de elevada qualidade e com alto peso específico, considerável redução de volume e sem quaisquer aditivos. A briquetadeira mecânica da Série Brik é projetada para processar resíduos de vários tipos tais como papel, fibra têxtil, MDF, resíduos sólidos urbanos (CDR-RDF), resíduos tratados além de muitos outros. O material a ser briquetado deve ser celulósico e estar seco (teor de água entre 10 a 20%).  A produção horária se refere ao material que, em seu estado fundido original, um peso específico de 160 - 200 kg / m³.